Quem controla sua vida?

A partir deste ano 2020, sua vida nunca mais será a mesma. Suas atitudes certamente mudarão, e tudo ao seu redor vai mudar de alguma forma, muito mais rápido do você poderia imaginar.

Muitos assuntos passarão a fazer sentido para milhões de brasileiros, e muitos outros vão ainda incomodar muita gente, e tirar as pessoas da zona de conforto, principalmente.

Certamente toda a população levou um grande susto com essa pandemia, e ela continuará assustando por algum tempo. Algumas pessoas já se acostumaram com tudo isso, e outras ainda nem se deram conta de que uma mudança drástica chegou em suas vidas.

Estamos vendo também que como muitos, a política também está doente, e que vários políticos não estão nem aí para você, e só pensam em si mesmos e no dinheiro do povo, no seu dinheiro.

Você foi obrigado a se distanciar das pessoas que mais ama, a mudar sua forma de se comunicar e para sair de casa precisa pensar muito. Pior, não há comprovação da total eficácia dessa medida de isolamento.

Muita gente que nunca tinha feito um vídeo se quer, agora é quase um youtuber, e adquiriu novas habilidades, aprendeu, e teve que aprender.

Muitos assuntos ainda estão sem respostas e outros com respostas muito duvidosas. A medicina está sofrendo devido a uma avalanche de informações que vem de todos os cantos do mundo, e muitas vezes atrapalham, invés de ajudar.

Diagnósticos duvidosos, causas mortis erradas, uma verdadeira guerra em busca do poder, do maldito poder.

Estamos aprendendo também que quantidade e qualidade são coisas bem diferentes, e uma quase sempre não está ligada a outra, então, sofremos com a TV, os noticiários, as Fake News. Viu só, agora você já está falando até em inglês, percebe como essa pandemia mexeu com sua vida?

Em tempo real, um noticiário diz que “muitos vão morrer”, e o outro diz que muitos vão sobreviver. Poxa, qual desses noticiários realmente está preocupado com você?

Ficar em casa não quer dizer se manter ligado na TV. Essa atitude sim poderá te “matar”. Uauuuu!!! Como isso pôde acontecer?

Sabe aquelas situações que vão matando aos poucos? Não sabe do que estou falando? Então preste atenção.

Ficar trancado dentro de casa porque um inimigo invisível está a solta, e ninguém sabe como é a cara dele, muito menos a cor, a voz, a altura, se tem algum formato específico, etc., mas, você precisa ficar isolado.

Sem que percebesse, você deixou de tomar sol e absorver vitamina D, tão essencial para o nosso organismo. Da mesma forma como muitos especialistas dizem que, como qualquer outro vírus, precisamos nos expor a ele para criarmos imunidade e pronto.

Nem todos é claro, há o pessoal do grupo de risco, mais esse pessoal não dá mais lucro para os estados. Cruel pensar assim, mas nessa altura dos acontecimentos sou levado a pensar dessa maneira, até porque esse pessoal não vota mais ou não é obrigado a votar. Faz sentido?

Aí você percebe também que as pessoas que deveriam defender você, aqueles de capa preta, estão tomando medidas estranhas, parece que são contrários às vontades do povo de bem.

Sua mente então está lutando para lidar com o risco das “facadas”, pela frente e por trás, com as incertezas, medos, notícias maldosas e cuidar da saúde mental é mais complexo do que da saúde física.

É um momento em que ambas estão sofrendo, então qual socorrer primeiro já que as duas poderão sucumbir?

Como pode cuidar da saúde mental se ao ligar a TV, os noticiários só falam em mortos, quantos morreram, e quantos ainda vão morrer? Estranho perceber também que agora as pessoas morrem apenas do tal vírus.

De repente você olha no espelho e se pergunta se será o próximo.

Então, querem que você fique em casa, trancado, e talvez seu espelho seja seu maior inimigo nesse momento. Espelho, espelho meu….esquece, pelo menos por enquanto.

Meus Deus, e sua saúde mental, como está nesse momento?

Até quando você se encantará pelas “coisas” que são apresentadas na TV?

Aliás, a TV neste momento está te matando, bem lentamente, ou melhor, a notícia que você viu, está vendo, ou ainda verá, tende a afetar fortemente sua saúde mental enquanto mantiverem você preso dentro de casa, no máximo no limite da sua grade do portão.

Não dá para saber quem tem a saúde mental mais ou menos suscetível, logo, cuidado com o que assiste na tão perigosa televisão, e principalmente o tipo de programa de notícia.

Importa saber neste momento, e estamos em maio de 2020, que mais do que nunca as coisas jamais serão as mesmas, isso mesmo.

Então avalie o quanto sua quarentena está sendo boa para você.

Aliás, em tempos de quarentena, e que pode estar sendo aplicada de maneira errada, o que será que mata mais?

A fome, dengue, depressão, desemprego, câncer, problemas cardíacos, AVC, políticos, a política, ou a pandemia do tal novo vírus que aparentemente é apenas uma gripe, e que os idosos e pessoas com saúde debilitada são os verdadeiramente mais afetados?

Aliás, idosos e pessoas com saúde debilitada são mais suscetíveis a quase tudo, não são?

Fica a reflexão a partir da leitura deste texto. Talvez frente a urna seja o momento para que possamos resolver boa parte dos problemas que atingem a todos.

Opa!!

Urna!!

Poxa e agora? Urna funerária ou eleitoral?

Bom, agora é você quem decide.

Luciano Muchiotti, é especialista em carreira e empreendedor. Atuo como coach, ajudando quem deseja melhores resultados na carreira, liderança e escolha profissional.

fonte:
https://administradores.com.br/artigos/uma-nova-vida-a-partir-de-2020